alex cerveny
glossário dos nomes próprios

paço imperial, rio de janeiro

01.04.2015 - 07.06.2015

Desenvolvo o discurso sobre o homem em seu vasto mundo, solitário e encurralado em seus próprios desejos e fantasias.” – Alex Cerveny

Após uma viagem inspiradora pela China em 2013, onde observou nos templos monges artistas aplicarem a técnica da pintura sobre papel de arroz, Alex Cerveny iniciou uma nova série de trabalhos sob o titulo Papéis Chineses, composta por 30 desenhos em nanquim sobre papel de arroz. Os destaques são as Ilhas, sete obras que apresentam imagens de 25 náufragos, um para cada ilha da Baía de Guanabara.

O título da exposição no Paço Imperial, Glossário dos Nomes Próprios, vem da única pintura a óleo sobre tela, a qual revela uma longa lista de nomes masculinos desde Adão, passando por vários personagens históricos, até nomes contemporâneos do próprio percurso do artista. Além das obras inéditas, Cerveny exibe na entrada da mostra uma antiga caixa de madeira que tem sobre a tampa um bebê tocando o próprio pênis, adquirida em um antiquário em Belém do Pará.

Tendo o corpo masculino como foco principal e associando desejo, história e geografia, o artista afirma que a exposição é diferente de tudo que já fez, pois se aprofunda em um tema que sempre tratou informalmente, além de serem seus maiores trabalhos já realizados até o momento.

http://www.pacoimperial.com.br/alex.php