Apresentação
A pesquisa central de Ivan Grilo é a relevância dos arquivos históricos e orais, juntamente com as diferentes possibilidades de leitura sobre um mesmo fato. Tomando a fotografia como ponto de partida principalmente como forma de documentação e registro do tempo, o artista busca dissecar os papéis representativos, políticos, narrativos, conceituais e estéticos da imagem, ora questionando ou mesmo reescrevendo o material original de outro ângulo, esmaecendo sutilmente memória e ação temporal. 
Obras
Biografia

Ivan Grilo (1986, Itatiba, Brasil. Vive e trabalha em Itatiba, Brasil). 

Formado em Artes Visuais pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas – PUC Campinas, Brasil. 

Exposições individuais selecionadas: Amanhã, logo à primeira luz, Casa Triângulo, São Paulo, Brasil (2019); Morrer para Germinar, Centro de Arte Contemporânea W, Ribeirão Preto, Brasil (2018); Ela levava plantas na mão, SP-Arte/Foto, Solo Project, São Paulo, Brasil (2017); Eu quero ver, Casa Triângulo, São Paulo, Brasil (2015). 

Exposições coletivas selecionadas: Coleção Sartori - A arte contemporânea habita Antônio Prado, curadoria de Paulo Herkenhoff, MARGS - Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil (2022); Casa Aberta: Passagens, curadoria de Ricardo Resende e Diego Martins, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro, Brasil (2021); Língua Solta, curadoria de Moacir dos Anjos e Fabiana Moraes, Museu da Língua Portuguesa, São Paulo, Brasil (2021); What I Really Want to Tell You, curadoria de Jennifer Inácio e Flávia Macuco Pecego, Mana Contemporary, Chicago, EUA (2020); Between the legible and the opaque: approaches to an ideal in place, curadoria de Adler Guerrier, Bakehouse Art Complex, Miami, EUA (2019); Recipes for a B_R_Z_L_?, Spring & Break Art Show, Nova York, EUA (2019); Horizonte - A Paisagem nas Coleções MAM, com curadoria de Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil (2018); e Il coltello nella carne, curadoria de Jacopo Crivelli e Diego Sileo, PAC - Padiglione d'arte contemporanea di Milano, Milão, Itália(2018). 

Prêmios: Prêmio Fundação Marcos Amaro/SP-Arte; Prêmio illy sustainArt – illycaffè; PROAC Artes Visuais – Governo do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil; Funarte Marc Ferrez de Fotografia, Rio de Janeiro, Brasil. 

Coleções públicas: Museum of Modern Art, Nova York, EUA; Metropolitan Museum of Art, Nova York, EUA; Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York, EUA; Fundación Arco, Madri, Espanha; Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil; e Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, Brasil, entre outras.

exhibitions
Publicações
Notícias
Art Fairs