Felipe Mujica
ALL OUR SECRETS

CENTER FOR CONTEMPORARY ARTS CELJE, CELJE, ESLOVÊNIA

20.07.2018 - 16.09.2018

Felipe Mujica participa da exposição coletiva All Our Secrets, com curadoria de Katrin Mundt, no Center For Contemporary Arts Celje, Celje, Eslovênia.

JOANA VASCONCELOS
EXAGÉRER POUR INVENTER

HÔTEL DÉPARTEMENTAL DES ARTS – CENTRE D’ART DU VAR, TOULON, FRANÇA

13.07.2018 - 18.11.2018

O Hôtel Départemental des Arts – Centre d’art du Var (HDA Var), em Toulon, França, apresenta a individual de Joana Vasconcelos intitulada Exagérer pour inventer, com curadoria de Jean François Chougnet.

A exposição apresenta uma Valquíria inédita – It’s Raining Men (2018), composta por gravatas de homem e cujo título é uma referência à famosa música das Weather Girls (1983).

Algumas das mais de 20 obras reunidas pertencem ao início da carreira da artista, como a icónica Passerelle (2005), Euro-Visão (2005) e Neoblanc (2004), juntamente com um conjunto de trabalhos há muito tempo não apresentado, como Bundex Car (2000), Style for Your Hair (2000), Pas de Deux (2002) e Fashion Victims (apresentada numa versão revista da obra original criada em 2001).

Para mais informações, acesse o site: www.var.fr/culture/hotel-des-arts

IVAN GRILO
BRASIL. KNIFE IN THE FLESH

PADIGLIONE D'ARTE CONTEMPORANEA (PAC), MILÃO, ITÁLIA

03.07.2018 - 09.09.2018

Ivan Grilo participa da exposição Brasil. Knife in the Flesh, com curadoria de Jacopo Crivelli Visconti e Diego Sileo, no Padiglione d’Arte Contemporanea, Milão, Itália.

Knife in the Flesh (Navalha na Carne) é o nome de uma peça escrita por Plínio Marcos, particularmente ativa durante o período do regime militar brasileiro. Assim, desde o seu próprio título, a exposição declara estar em conflito. Por meio de instalações, fotografias, vídeos e performances, vários dos artistas convidados para o PAC fazem referência a este conflito - que não tem começo, muito menos um fim, é difícil resumir em palavras e raramente se traduz em lutas físicas ou batalhas. Um conflito social - e acima de tudo simbólico -, ao invés de militar.

Reunindo uma série de obras criadas no Brasil nos últimos quarenta anos, a exposição quebra convenções e estereótipos sem, no entanto, desenhar um retrato do país ou de sua cena artística, refletindo, em vez disso, em seu conflito inerente: as lutas e a violência, o abuso político, social, racial, ecológico e cultural. Uma linguagem direta que parece ingênua, enquanto na verdade grávida de significado, pois fala de sonhos quebrados e esperanças frustradas, mas também de um povo capaz de manter seu incrível otimismo e confiança no futuro.

 

JOANA VASCONCELOS
I'M YOUR MIRROR

GUGGENHEIM, BILBAO, ESPANHA

29.06.2018 - 11.11.2018

Guggenheim Bilbao recebe a exposição individual de Joana Vasconcelos intitulada "I'm Your Mirror", com curadoria de Petra Joos e Enrique Juncosa.

Uma das mais notáveis artistas da década passada, Joana Vasconcelos trabalha com esculturas e instalações. Ela se tornou internacionalmente conhecida devido a sua participação na Bienal de Veneza de 2005, onde apresentou "The Bride" (A Noiva), e em 2012 quando apresentou uma seleção de suas criações no Palácio de Versailles, sendo a primeira mulher a apresentar seu trabalho no palácio barroco. O trabalho da artista - alguns tecnicamente complexos - se movem, tem som ou luz. Para criá-los, Joana Vasconcelos usa uma infinidade de materiais cotidianos, como utensílios domésticos, azulejos, tecidos, cerâmicas, medicamentos, urinóis, chuveiros, utensílios de cozinha, telefones, carros ou talheres de plástico. Com eles ela constrói belas e lúdicas obras, imagens que fazem referências sociopolíticas a tópicos relacionados ao consumismo, sociedades pós-coloniais e globalizadas, abordando uma variedade de assuntos que vão desde a imigração até a violência de gênero. Seu trabalho sempre incorpora seu senso de humor, sugerindo também significados abertos e não dogmáticos, incentivando a participação do espectador em sua interpretação e visualização, a chamada estética relacional surgida no final da década de 1990. Cheia de referências externas que vão de Louise Bourgeois à cultura popular, da metalurgia à moda, da criação artesanal à engenharia mais avançada, os principais temas de seu trabalho abrangem o tema da identidade, em todas as suas dimensões, visto pela sua condição de mulher e artista portuguesa e europeia.

https://www.guggenheim-bilbao.eus/en/exhibitions/joana-vasconcelos-im-your-mirror/

JULIANA CERQUEIRA LEITE
SCULPTURE IN THE CITY

MITRE SQUARE, LONDRES, REINO UNIDO

27.06.2018 - 27.06.2019

Sculpture in the City, programa de arte pública anual da cidade de Londres situado entre icônicos marcos arquitetônicos anunciou 18 obras de arte que irão compor o parque de esculturas ao ar livre da Square Mile. Com inauguração prevista para o dia 27 de junho, o programa inclui trabalhos de renomados artistas internacionais. As obras serão distribuídas pelos mais famosos edifícios britânicos, incluindo o Gherkin, o Leadenhall Building (o 'Cheesegrater'), e também novas localizações este ano, como o Heneage Lane e o Hartsthorn Alley, locais históricos da cidade.
Para a oitava edição do Sculpture in the City, as obras serão espalhadas para muito além da Square Mile, incluindo 4 novos locais e com uma maior variedade de formas e escalas. Para combinar com as celebrações que acontecem este ano para marcar o centenário do sufrágio feminino, nove das obras que serão exibidas são criadas por artistas internacionais emergentes e estabelecidas, apoiadas pela campanha Mulheres: Trabalho e Poder da Cidade de Londres.
Visitantes terão oportunidade de ver a obra de três metros de altura da artista Juliana Cerqueira Leite, Climb, 2011, na Mitre Square, um novo ‘pocket-park’ da cidade.

https://www.julianacerqueiraleite.com/juliana-cerqueira-leite-cass-sculpture-foundation/

MANUELA RIBADENEIRA
WATER EVENT - YOKO ONO . UNIVERSO LIBRE

MET QUITO, CENTRO CULTURAL METROPOLITANO, QUITO, EQUADOR

23.06.2018 - 16.09.2018

Manuela Ribadeneira participa do Water Event, parte da exposição Universo Libre de Yoko Ono, com curadoria de Agustín Perez Rubio e Gunnar B. Kvaran, no MET Quito, Centro Cultural Metropolitano, Quito, Equador.

O Evento da Água, que Yoko Ono criou com John Lennon, em 1971, recria a ocasião onde eles convidaram seus amigos artistas para criar colaborativamente obras inspiradas em água utilizando recipientes diversos. Participaram do primeiro Water Event artistas como John Cage, Andy Warhol e Pipilotti Rist. Para esta ocasião, Ono escolheu seis artistas latino-americanos e seis equatorianos, incluindo Manuela Ribadeneria, Jenny Jaramillo, Óscar Santillán e Pablo Cardoso.

IVAN GRILO
VER AS VOZES DOS ARTISTAS

METRO DO PORTO, PORTO, PORTUGAL

22.06.2018 - 22.09.2018

Ivan Grilo participa da exposição Ver as Vozes dos Artistas, com curadoria de Miguel Von Hafe Pérez, no Metrô do Porto, Porto, Portugal.

LUCAS SIMÕES
EXPERIMENTANDO LE CORBUSIER - INTERPRETAÇÕES CONTEMPORÂNEAS DO MODERNISMO

MUSEU DA CASA BRASILEIRA, SÃO PAULO, BRASIL

16.06.2018 - 12.08.2018

Lucas Simões participa da exposição Experimentando Le Corbusier - Interpretações Contemporâneas do Modernismo, com curadoria de Pierre Colnet e Hadrien Lelong, no Museu da Casa Brasileira, São Paulo, Brasil.

http://www.mcb.org.br/pt-BR/programacao/exposicoes/mostra-le-corbusier-interpretacoes-contemporaneas-do-modernismo

ALBANO AFONSO
LUZ ENCARNADA EM CORPO/CORPO EVANESCIDO EM LUZ

CASA BANDEIRANTE, SÃO PAULO, BRASIL

16.06.2018 - 19.08.2018

O Museu da Cidade de São Paulo apresenta Luz encarnada em corpo/Corpo evanescido em luz, exposição individual de Albano Afonso, com curadoria de Douglas de Freitas, na Casa Bandeirante.

Ocupada por uma série de instalações com objetos fundidos em bronze, cristais e espelhos, que se movem e multiplicam em luzes e sombras, os ambientes da Casa Bandeirante ficam imersos numa atmosfera construída por projeção e refração.

assume vivid astro focus
FINALISTAS PRÊMIO PIPA

MAM RIO

16.06.2018 - 16.07.2018

O assume vivid astro focus está entre os quatro finalistas da nona edição do Prêmio PIPA. Escolhidos entre os 71 artistas indicados em 2018, os quatro concorrerão à categoria principal do Prêmio PIPA, que consagra o vencedor com uma doação de R$130 mil – o valor inclui uma residência artística de três meses na Residency Unlimited, em Nova York.

Além desta categoria, em que o vencedor é escolhido por um Júri de Premiação, os finalistas serão ainda avaliados pelo público visitante do MAM-Rio, onde realizam uma exposição de 23 de setembro a 26 de novembro de 2017. Nela, o público vota no vencedor da categoria Prêmio PIPA Voto Popular Exposição, em que o vencedor recebe uma doação de R$24 mil.

http://www.premiopipa.com/2018/06/conheca-os-quatro-finalistas-do-premio-pipa-2018/